Desinsetização em Geral
Controle de Roedores
Controle de Pombos
Controle de Insetos
Descupinização
Limpeza de Caixa D'água
Análise Bacteriológica
Análise Físico
Análise Químico

Produtos
Trabalhamos com os produtos Bayer que é líder mundial no segmento.


As baratas surgiram na terra bem antes do homem. São, por isso altamente adaptadas ao meio e tem grandes possibilidades de sobrevivência.
A maioria tem hábitos terrestres embora sejam conhecidas como baratas aquáticas. Atualmente, elas são encontradas, em praticamente todas regiões, sobrevivendo facilmente em qualquer lugar que lhes ofereça calor, umidade e alimento. Tem excepcional resistência física e seu ciclo de vida, do ovo até o inseto adulto, dura vários meses, de tal maneira que larvas de baratas podem surgir muito depois de uma primeira infestação.
As espécies mais comuns de baratas em nosso meio são as seguintes:

· Barata americana (Barata de esgoto):

É a maior de todas as espécies mede de 30 a 40 milímetros de comprimento e tem coloração pardo avermelhada. Nos machos adultos as asas ultrapassam de leve as extremidades do abdome. Fácil de ser encontrada em área úmidas e escuras, como perto de banheiros, cestos de roupas, esgotos e cantos de porão. Ou em outro lugar onde a comida seja preparada e estocada. Seu ciclo de vida vai de 07 a 12 meses, dependendo da temperatura e da umidade.

· Baratinha germânica:

Mede de 11 a 14 milímetros de comprimento e é de cor pardo avermelhada. Tem no pronutum, duas estrias escuras no sentido longitudinal. Nos adultos as asas bem desenvolvidas ultrapassam a extremidade do abdome. Gosta de atmosferas úmidas e temperaturas de 21°C. Seu ciclo de vida vai de 3 a 5 meses, dependendo da temperatura e da umidade.

DOENÇAS MAIS COMUNS TRANSMITIDAS AO HOMEM PELAS BARATAS:

As baratas abrigam bactérias patogênicas. Servem de hospedeiro intermediários para helmintos, vírus, protozoários, fungos que afetam a saúde do homem e dos animais. Tem grande poder de contaminação, por habitar preferencialmente em locais como despensas, armazéns, cozinhas e esgotos. Tem o habito de regurgitar alimentos parcialmente digeridos e eliminar fezes em qualquer lugar. Também eliminam secreções, que dão aos locais por elas visitados um odor agradável.

As principais enfermidades transmitidas pela barata são:

· Poliomielite;
· Tuberculose;
· Desinteria Amebiana;
· Lepra;
· Desinteria;
· Febre Tifóide;
· Intoxicação por alimentos (salmonella)
· Infeção intestinal;
· Febre entérica e gastroentérica;
· Infeções urinárias genital e intestinal;
· Furúnculos e abcessos.

Roedores

Um dos maiores grupos do reino animal é constituído pela classe dos mamíferos. E, nesta classe há uma, a Ordem Rodentia, que contém mais de 3000 espécies dos chamados roedores. O nome rato pode ser corretamente aplicado acerca de 500 espécies, mas apenas duas delas têm significado universal e ambas podem ser encontradas no Brasil: o Rattus norvegicus (Berkenhout) e o Rattus rattus (Linnaeus). No gênero Mus há mais de 130 espécies de camundongos, embora apenas uma tenha se adaptado totalmente à vida urbana: o Mus musculos (Linnaeus).
Existem algumas características físicas de cada espécies que permite diferencia-las com margem de certeza razoável. O conhecido sistema abaixo nos da uma visão geral das possíveis diferenças e características físicas das três espécies que nos interessam:

· Camundongo:
Possuem duas cores de pelagem, marrom e cinza claro. É pequeno e delgado o adulto chega a atingir 9 cm. de comprimento. Possui orelhas grandes e salientes, olhos pretos e salientes de tamanho pequeno. A cauda é fina e sem pêlos chegando a medir 10 cm. Seu focinho é pequeno e pontiagudo. As fezes são em forma de vareta, pequena e fina. São onívoros como os roedores urbanos, mas preferem cereais em grão. São de hábito noturno e escondem-se com extrema facilidade em locais estreitos e de difícil acesso. Aninha-se em tocas ou dentro de estruturas. Estabelece um território próximo à fonte de alimentos pois seu raio de atividade é pequeno, de 3 a 6 m. Escalam com facilidade abrigando-se em despensas, armários, espaços internos nas paredes e depósitos. Possui uma vida média de 12 meses. Chega até 8 ninhadas por ano, cada uma delas gerando de 5 a 6 novos indivíduos.

· Rato preto (Rato de telhado):
Sua pelagem é delicada, de cor cinza a negra suave e homogênea. É de tamanho grande, porém, menor do que o rato de esgoto, o adulto chega a atingir 22 cm. de comprimento. Suas orelhas são grandes e quase sem pelos, os olhos são grandes e proeminentes e o focinho é pontiagudo. Sua calda é grande, fina em chicote, com poucos pêlos e uniformemente escura chegando a 25 cm. As fezes são em forma de vareta chegando até 12mm. São onívoros como os roedores urbanos, mas preferem legumes, frutas, cereais, raízes e pequenos insetos. São de hábito noturno e escalam com extrema facilidade. Aninha-se em tocas subterrâneas ou em pilhas de entulhos de madeira. Possuem um extenso raio de atividade de 30-60m. Possui uma vida média de 12 meses. Chega até 6 ninhadas por ano, cada uma delas gerando de 6 a 10 novos indivíduos.

· Rato de esgoto (Ratazana)
Sua pelagem é áspera, no lombo é de cor parda com algumas manchas escuras e na parte inferior vai de cinza a branco amarelado. É de tamanho grande e é robusto, o adulto chega a atingir 25 cm. de comprimento. Suas orelhas são pequenas, arredondada e coberta com pêlos curtos, seus olhos são de tamanho pequeno em relação ao resto da cabeça e o focinho é arredondado. Sua calda é escura em cima e clara em baixo, e grossa e peluda chegando à 22 cm. As fezes são em forma de cápsula chegando até 20mm. São onívoros como os roedores urbanos, mas preferem lixo orgânico, cereais, raízes e carnes. São de hábito noturno podendo escalar mesmo não sendo muito ágil, é um excelente nadador e escavador. Aninha-se em tocas ou galerias escavadas no subsolo, onde encontramos pêlos, fezes, restos de alimentos e outros detritos. Possuem um extenso raio de atividade de 30-60m. Possui uma vida média de 12 meses. Chega até 7 ninhadas por ano, cada uma delas gerando de 8 a 12 novos indivíduos.

DOENÇAS MAIS COMUNS TRANSMITIDAS AO HOMEM PELOS ROEDORES:

Infelizmente, os roedores não causam somente danos materiais. Na verdade, o papel mais triste que o rato representa é sua ação como transmissor em potencial de uma enorme série de doenças, tanto a o homem, como a outras espécies animais. Dentre tantas doenças onde os roedores partipam direta ou indiretamente na sua transmissão aos seres humanos podemos citar:

· leptospirose;
· peste bubônica;
· tifo murino;
· febre da mordida do rato;
· triquinose;
· raiva;
· Salmoneloses;
· Sarnas e Micoses;
· Hantavirus.

Existe ainda uma vasta lista de doenças que podemos responsabilizar os roedores como transmissores ou reservatórios e os livros científicos abordam exaustivamente cada uma delas. Nessa relação de doenças estão sendo citadas apenas as mais conhecidas valendo a pena lembrar a importância que os roedores representa na saúde humana e que, portanto, não devemos jamais subestima-los.

Formigas
As formigas são insetos sociais e ocorrem, praticamente, em todos os ambientes terrestres, exceto nos pólos. Elas são encontradas desde os desertos até as florestas tropicais, desde as mais altas montanhas até os mais baixos vales. Como qualquer ambiente natural, os ambientes artificiais podem ser colonizados e explorados por várias espécies de formigas. Assim, algumas espécies encontram-se associadas aos homens e convivem em suas residências.
As formigas são a forma de vida mais comum na terra. Apesar de minúsculas, o peso de todas elas somadas é maior do que o peso da humanidade.
A diversidade de espécie de formigas indica que estão entre os insetos mais bem sucedidos. Estima-se que existam entre 15.000 e 18.000 espécies de formigas em todo o mundo, das quais, aproximadamente, 10.000 já foram descritas. No Brasil, ocorrem cerca de 2.000 espécies, sendo que destas,
apenas algumas dezenas são consideradas pragas. Duas das mais importantes são:

· Formiguinha:
Tem de 40 a 60 mm. de comprimento, com ou sem asas, mas sempre com o abdome alongado. As colônias dessas formiguinhas hibernam nos solos ou lixo de jardim, alimentando-se de matéria orgânica. São especialmente atraídas por comidas doces.

· Formiga Carpinteira:
é uma das maiores formigas, além de ser mordedora viciada. As operárias variam de tamanho, tendo de 60 a 100 mm de comprimento. Os túneis que cava na madeira são limpos quase com a aparência de lixados, diferentes dos túneis de cupins.

Traças
Um dos insetos mais comuns e extremamente prejudiciais as roupas, peles, papéis, tapetes, cortinas, crina, enfim, qualquer material cuja composição contenha lã, pelo ou cortina. Seu corpo é esguio e achatado, largo na frente e afilado na parte traseira. Não possui asas e tem em média 1,3 cm de comprimento.

Moscas
Inúmeras são as espécie de moscas que infestam as instalações rurais ou residenciais. Dentre essas espécies pode ser destacada as causadoras do berne (Dermatobia Hominis); as causadoras das bicheiras (Cocliomya, Sarcophaba, Phaenicia, Musca e etc.).

A mosca doméstica é a mosca de estábulo são espécies mais encontradas nos estábulos, baias, pocilgas aviários etc. A mosca doméstica muito embora não seja estritamente um parasita, pois não se alimenta de tecidos ou sangue de animais, assume grande importância pelas altas populações que podem atingir, causando intenso transtorno e veiculando inúmeros tipos de doenças, através das patas, sendo ainda, hospedeiro intermediário dos habronemas causadores das feridas de verão. Encontradas com mais freqüência nas cidades, habita também em residências, restaurantes, lixos, sempre associado ao homem.
A mosca varejeira é uma espécie um pouco maior do que a mosca doméstica, sendo em cores metálicas, verdes ou azuis, tendo suas asas límpidas. Alimentando-se de preferência de carnes em decomposição e sua metamorfose é completa.

Escorpiões
Os escorpiões são aracnídeos noturnos, de dia, mantém-se escondidos e, a noite vagueiam a procura de alimentos (pequenos animais vivos). Tem sexos separados.
Geralmente os escorpiões vivem em espaços reduzidos, sob prédios, entretanto freqüentemente por frestas. Ao buscarem água, podem ser encontrados em salas de lavagem, cozinhas e banheiros. Há cerca de 650 espécies de escorpiões no mundo. Os adultos medem cerca de 2 a 3 cm. De comprimento (espécies menores).
Das dezenas e dezenas de espécies que ocorrem no Brasil são mais importantes:

· Escorpião marrom:
Caracteriza-se além do colorido, pela mancha escura no segmento anterior. Atinge cerca de 75mm. É mais comum nos campos e mais raro nas habitações humanas. É a espécie que mais causa acidentes, mas seu veneno é menos violento que o do escorpião amarelo.

· Escorpião amarelo:
Pode ser distinguido pela serrilha existente nas bordas dos seguimentos dorsais anteriores do ferrão. Atinge 70mm. Desconhecendo-se o macho da espécie. Com esta espécie de escorpião devemos tomar cuidado, porque mora em esconderijos que encontra em lavanderias, garagens, banheiros, quartos, sob a lenha, telhas e tijolos. São responsáveis pelo, maior número de casos fatais, principalmente de crianças, adultos debilitados e idosos.

EFEITOS DE PEÇONHA E PICADA:
No homem e animais, a peçonha do escorpião produz efeitos neurotóxicos, circulatórios e musculares. Acidentes humanos tem sido freqüente em centenas de áreas do Brasil, devido a presença do escorpião amarelo, cuja peçonha é mais violenta que a do escorpião marrom. Com a picada, segue-se forte dor que persiste por várias horas e, em alguns casos, é acompanhada de edema na área picada. Sintomas constantes de intoxicação, sialorreia, rinorreia, lacrimação, convulsão e podem surgir também taquicardia, hipertensão, glicossuria e hiperglicemia.

Aranhas
As aranhas representam mais uma preocupação do que um problema, pois embora exista uma quantidade enorme de espécies de aranha, nem sempre elas são venenosas. Dependendo da espécie as aranhas podem ser encontradas tanto em ambientes úmidos e quentes, como secos, em interiores de prédios. A maioria delas se escondem em rachaduras ou cantos, onde constroem suas teias.

 
© Copyright -2009 PCV - Comércio e Serviços de Dedetização ltda | Todos os direitos reservados